terça-feira, 8 de janeiro de 2008

justificativa


posso

inventar mil desculpas

para o osso torto

desse poema

mas venta na nave da noite

e a razão vaza entre

os dedos


sei

que abusei da palavra

batendo de porta em porta

a vender-lhe a morta larva

mas um

instante acontece

e logo tece

o que era antes

:

ante

cede

2 comentários:

CresceNet disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my site, it is about the CresceNet, I hope you enjoy. The address is http://www.provedorcrescenet.com . A hug.

susan.lemos disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.