domingo, 2 de março de 2008

Deixem-nos enlouquecer


john marin - moviment 9 avenue

Deixem-nos enlouquecer abertamente.

Ó homens de minha geração.

Deixem-nos seguir

Os passos dessa época abatida:

Vê-la atravessar a turvo território do Tempo

Adentrar o cárcere da eternidade

Com o ruído que a morte carrega,

Com a face que veste as coisas mortas –

Nem sempre dizer

Nós queríamos mais; nós tentamos encontrar

Uma porta aberta, um ato de amor total

Transformador da treva maligna do dia;

mas encontramos mais inferno e neblina sobre a terra

e dentro da cabeça

Um pântano podre de imensos túmulos tortos.


Kenneth Patchen.........................Tradução Pedro Vianna

Um comentário:

Alessandra disse...

simplesmente genial!