segunda-feira, 19 de novembro de 2007

(ident)idade solar


video



do instante incendiado
galopa um crepúsculo
de
olhares desbotados
atrasando os relógios de sangue
&
a cabeleira líquida
do nada

isso (não) é o sol
cor
roendo as vestes do céu
como
inscrição sulcada
no seco solo do tempo
como
lâmina atravessando
o
murmu
rio da espera

(in)diferente
a todo estreme
cimento
derrama-se o mecanismo
(in)fatigável
do
desejo

Um comentário:

Ramiro Quaresma disse...

Esse vídeo é uma viagem, fiquei muito puto de não ter entrado no primeiros passos. E o pior, foi um vídeo tosquíssimo que ficou com o primeiro lugar, apesar de não permitirem a inscrição de vídeos, pois foi maquiado de "objeto" (no caso, junto a uma tvzita). Foda-se esses "salões", o vídeo é doido e pronto. Vamos projetá-lo no casarão em frente ao salão deste ano? Vamos falar com o Eduardo...

Ramiro.